O presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial de Santa Catarina, Giovani Eduardo Adriano, participou de reunião em Jaraguá do Sul nesta quarta-feira (25) com vereadores da região e o secretário de Planejamento e Urbanismo de Jaraguá do Sul Eduardo Bertoldi . O tema principal do encontro foi a disponibilização de um terreno para a construção de uma sede nova para o 15º Núcleo Regional de Polícia Científica.

Giovani ressaltou a importância da participação dos poderes públicos municipais para a manutenção dos bons índices de criminalidade na região.

“Nós precisamos de uma parceria com a Prefeitura porque muitas vezes não conseguimos comprar um terreno para melhorar a estrutura da Polícia Científica. Jaraguá do Sul é uma cidade com uma população grande, economicamente forte, um município muito bem organizado. A Polícia Científica também atende outras cidades da região e, por isso, é necessária uma melhor estrutura para atendimento da população”, comenta.

Além dos serviços de perícia criminal, a Polícia Científica também faz o serviço de identificação e confecção das carteiras de identidade. Também realiza o atendimento de vítimas de violência sexual e de identificação de vítimas no IML (Instituto Médico Legal).

“Precisamos de uma equipe maior para o atendimento de demandas de criminalística e também para colocar mais pessoas. Para isso, precisamos de um lugar maior. Não tem como colocar com o espaço que temos hoje na 15ª Delegacia Regional de Polícia. Não tem como ampliar o serviço com o espaço que tem. A gente faz o que pode com o espaço que a gente tem”, frisa.

Terrenos em análise

O presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial explica que já há tratativas sobre a disponibilização de um terreno para a construção do prédio. O orçamento para o projeto é de cerca de R$ 2,5 milhões e vai contemplar todos os serviços da Polícia Científica em um só lugar.

“Esse novo local também vai servir para o nosso servidor trabalhar com muita mais satisfação e receber melhor a população que busca por cidadania. Muita gente acha que o nosso serviço é apenas no IML ou na análise de local de crime. A gente tem o atendimento da população, tem o serviço interno e a possibilidade de colocar equipamentos bons equipamentos para dar uma resposta rápida para as demandas da Polícia Civil, do Ministério Público e da Polícia Militar”, destaca.

Bertoldi destaca que existem imóveis que foram pleiteados pela Polícia Científica e que atendem aos critérios os quais a Prefeitura irá verificar a disponibilidade. Ele também destacou que a Prefeitura está disponível para realizar qualquer adaptação no projeto original padrão da Polícia Científica.

“Estamos aqui para ouvir os pleitos da Polícia Científica e auxiliar no que for possível. A Prefeitura de Jaraguá do Sul sempre foi parceira das forças de segurança pública, tanto a Polícia Militar quanto da Polícia Civil. Então, estamos para ajudar na construção dessa nova sede”, explica o secretário.