Nova fase da Operação Proditor captura dois suspeitos de liderar organização criminosa em SC

Foragidos presos em um aeroporto no Paraná tinham mandados de prisão expedidos em Guaramirim | Foto Divulgação/DEIC Foragidos presos em um aeroporto no Paraná tinham mandados de prisão expedidos em Guaramirim | Foto Divulgação/DEIC

Segurança

Por: Gabriel Junior

sábado, 07:06 - 23/03/2019

Gabriel Junior

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Furtos e Roubos de Cargas da Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) capturou dois suspeitos apontados como líderes de uma organização criminosa que foi desmantelada neste mês na primeira etapa da Operação Proditor. 

Uma nova fase da Operação foi deflagrada na manhã deste sábado (23) visando o cumprimento dos mandados de prisão expedidos contra João Francisco Jacinto dos Santos e Alexandre Gonsalves Miguel.

Segundo a Polícia Civil, João Francisco possui três mandados de prisão expedidos pelas comarcas de Guaramirim, São Francisco do Sul e Imbituba, todos por envolvimento em subtração de cargas de bobinas de aço e polietileno. Já contra Alexandre havia dois mandados de prisão expedidos pelas comarcas de Guaramirim e São Francisco do Sul.

Dupla estava foragida há quase seis meses | Foto Divulgação/DEIC

Após quase seis meses foragidos, a dupla foi localizada no aeroporto Afonso Pena, na cidade de São José dos Pinhais (PR). A Equipe da DRFC/DEIC, sob a coordenação do delegado de polícia Osnei Valdir de Oliveira, com o apoio da Polícia Federal, abordou a dupla no interior da aeronave oriunda de Guarulhos (SP).

Documentos falsos também foram apreendidos com João Francisco. "Eles eram utilizados para circular livremente, tendo, inclusive, promovido a abertura de contas bancárias com os documentos falsos", segundo o delegado.

Momentos da captura dos dois suspeitos em uma aeroporto no Paraná | Foto DEIC

Após a prisão, os dois foram encaminhados para a sede da Deic, onde serão interrogados nos diversos inquéritos que apuram crimes praticados pela organização criminosa comandada pela dupla.

Conforme Osnei, as investigações prosseguem para o esclarecimento de outros crimes perpetrados pelos integrantes do grupo criminoso, bem como para capturar os indiciados que se encontram foragidos.

Em nota, a Divisão de Furtos e Roubos de Cargas reafirma seu compromisso em tornar cada vez mais o estado de Santa Catarina um território seguro para o Transporte Rodoviário de Cargas. Denúncias e informações relacionadas a roubos de cargas podem ser passadas pelo telefone (48) 3665-9500.

Quer receber as notícias no WhatsApp?

×
close