Visando proporcionar maior segurança para os motoristas, A Arteris Litoral Sul inaugurou uma nova área de escape na rodovia BR-376, que integra o principal corredor rodoviário do Sul do Brasil – interligando Paraná a Santa Catarina. A área fica na altura do km 667,3 em Guaratuba-PR.

A obra contou com investimento de aproximadamente R$ 20 milhões e é mais um recurso para segurança na descida da Serra.

 

 

Projetada no lado esquerdo da rodovia, a estrutura é equipada com duas pontes rolantes automatizadas – com capacidade total para movimentar até 70 toneladas, otimizando a operação de remoção de veículos após utilização.

A estrutura será liberada hoje (14) e servirá como mais um recurso de emergência para motoristas de veículos que apresentem problemas nos freios na descida da Serra.

Área de escape

Area de Escape em Guaratuba
Foto: Divulgação/Arteris Litoral Sul

As áreas de escape são construídas nas margens das rodovias – principalmente em trechos de descida – com objetivo de auxiliar a frenagem de veículos desgovernados.

A estrutura é planejada com faixa de acesso direcionada para uma caixa com profundidade de até 1,1 m - preenchida com cinasita (argila expandida, similar a utilizada em vasos de plantas).

A lógica é semelhante a aplicada em pistas de automobilismo e faz com que o veículo reduza a velocidade a zero – minimizando ao máximo possíveis danos ao veículo e preservando a condição física dos condutores.

A nova área de escape foi construída na margem esquerda da pista sul – justamente para facilitar o acesso de veículos com excesso de velocidade.

“Esta é certamente a área de escape mais moderna e tecnológica construída até hoje no Brasil. E é motivo de orgulho para todos nós que ela seja inaugurada no trecho da Arteris – uma companhia com engajamento comprovado na viabilização de obras para ampliação da segurança viária”, avalia Cesar Sass, diretor de operações Sul da Arteris.

Desde 2011

Foto: Divulgação/Arteris Litoral Sul

Logo que a concessionária Arteris Litoral Sul assumiu a administração da BR-376, em 2008, a equipe de engenharia propôs a construção da primeira área de escape – no km 671,7 em Guaratuba-PR, devido ao cenário de frequentes tombamentos na região.

A obra foi autorizada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e inaugurada em 2011. Desde então, já foi utilizada por 228 veículos pesados – o que demonstrou a eficiência e assertividade do dispositivo.

O resultado positivo fez com que a Arteris propusesse a construção de duas novas áreas no país – esta que será liberada hoje (14) e outra no trecho da rodovia Régis Bittencourt – inaugurada em 2018 - já utilizada 22 vezes desde então.

A nova área da BR-376 foi proposta justamente para o ponto mais crítico da rodovia – no trecho que antecede a série de curvas que inclui a conhecida “curva da Santa” (km 668,5) – curva acentuada com muitos registros de acidentes envolvendo veículos sem freios.

Em razão disso, é grande a expectativa de melhoria da segurança viária no local.

Foi investido aproximadamente R$ 3,3 bilhões na concessão. Todo esse investimento resultou na melhoria de segurança da rodovia – reduzindo as estatísticas de acidentes em 40% - e em 33% o total de vítimas fatais na comparação entre 2010 a 2018.

Obra de grande porte

A complexidade geotécnica natural do trecho de descida da Serra da BR-376 exigiu grande esforço de engenharia por parte da concessionária para transformar a nova área de escape em realidade.

Foram oito meses de obras, com etapas de terrapleno, construção de base para pista, pavimentação, sinalização e implantação das duas pontes rolantes – até o término da obra neste mês de novembro.

No pico da construção, 134 trabalhadores atuaram na obra, com destaque também para a quantidade de material mobilizado: 317 mil quilos de aço, 21 mil m³ de aterro com pedra, 1.268 metros de estacas, 2.795 m³ de concreto.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Telegram