Três acidentes envolvendo batidas de automóveis contra postes foram registrados em Jaraguá do Sul e Guaramirim no fim de semana. As ocorrências se juntam a outras 129 ocorridas durante esse ano nos dois municípios, em Corupá e Schroeder, cidades que estão sob a responsabilidade da regional da Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc). A empresa tem um custo médio de R$ 2 mil, envolvendo material e mão de obra, para reparar danos nos postes derrubados por veículos. De acordo com o engenheiro da Celesc Danilson Wolff, a empresa anota o número do boletim de ocorrência do acidente e é feito um processo de cobrança administrativa em nome da pessoa que causou o acidente. “A gente cobra inicialmente os danos diretos, material e mão de obra para colocar o poste novo. Se houve outro dano, em equipamentos elétricos de usuários ou danos em outras estruturas, a cobrança também é feita no nome do responsável”, comenta Danilson, ao explicar que, se não houver acordo, a cobrança é feita na Justiça.
Batida entre carro e poste registrada na madrugada deste sábado (14), na rua Lauro Zimermann, em Guaramirim | Foto Redes Sociais/Divulgação OCP
Saiba mais: