A Polícia Civil concluiu o inquérito policial que investigava os maus-tratos contra cães em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina.

Nesta quarta-feira (24), a moradora da linha Colônia Bacia foi indiciada pelo crime na forma qualificada, com pena que pode chegar a cinco anos.

A investigação apurou que a mulher de 34 anos instalou uma cerca elétrica na residência.

 

 

O objetivo era impedir a entrada de seus cachorros na área de varanda.

Os fatos ganharam notoriedade após o vídeo ser divulgado através das redes sociais.

As imagens foram publicadas pelo delegado Bruno Lima, conhecido pela defesa da causa animal, na segunda-feira (22).

A proprietária do animal demonstrava o funcionamento do dispositivo e se vangloriou do fato do cão tomar um choque.

O inquérito investigado pela 3ª Delegacia de Polícia de Fronteira de Chapecó foi remetido para o Poder Judiciário após a finalização.

Além da pena, a proprietária pode receber uma multa e perder a guarda do bicho.