O delegado Ênio de Matos, da Delegacia de Homicídios da Capital está à frente das investigações que apuram as circunstâncias de um crime ocorrido no bairro Ingleses, no Norte da Ilha, em Florianópolis, nesta quinta-feira (16).

As suspeitas são de que uma mulher de 28 anos, que não teve a identidade divulgada, teria matado o namorado, o bombeiro militar Smaylin Willian Schappo, 32 anos, e depois cometido o suicídio.

Smaylin Schappo era 2º sargento do CBMSC | Reprodução/CBMSC

 

Conforme as informações iniciais, ela era natural de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Willian, nascido em São Miguel do Oeste, era 2º sargento no Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina.

O Comando-Geral do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina emitiu nota onde lamentou a morte de Smaylin, que atuava na Central de Operações Bombeiro Militar, na Capital.

"Neste difícil momento, registramos aos familiares e amigos do sargento Schappo os sentimentos de profunda tristeza e solidariedade de todos os Bombeiros Militares da corporação. Nossas respeitosas continências", disse a corporação em nota.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp