Uma mulher foi presa nesta terça-feira (6), em Chapecó, no Oeste catarinense, sob suspeita de ter fraturado o fêmur da própria filha, uma criança de 3 anos.

Segundo a investigação da Polícia Civil, a agressão teria ocorrido pelas dificuldades que a menina apresentava para dar descarga no vaso sanitário.

 

 

Ainda de acordo com a apuração do caso, a mulher teria evitado levar a criança ao hospital por sete dias, mesmo com a gravidade da situação, para que a agressão não fosse descoberta.

No entanto, uma vizinha percebeu o que havia ocorrido e, por essa razão, a menina recebeu atendimento médico.

Em seguida, o caso foi comunicado à Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI) de Chapecó, que pediu prisão preventiva da mãe.

Após o Ministério Público manifestar-se favoravelmente, ela foi detida e levada à penitenciária de Chapecó. Durante o interrogatório, a mulher afirmou que a criança havia caído de uma escada.

Com informações do ClicRDC

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança