Uma mulher de 46 anos foi vítima de um homicídio em Itajaí.

O crime aconteceu na manhã desta segunda-feira (26), na rua Oswaldo Leal, no bairro Santa Regina.

A Polícia Militar foi chamada para atender a ocorrência por volta das 7h40.

Uma guarnição foi até o local e ouviu os gritos de socorro dentro da residência.

Os policiais militares entraram na residência e encontraram a vítima morta na frente da porta de entrada da casa.

No chão, estava deitada uma jovem de 23 anos, identificada como filha da mulher.

Foram realizadas buscas, mas ninguém mais foi encontrado no local.

A mulher cadeirante contou que estava com um primo, a mãe e o namorado da vítima.

Por volta das 3h, dois homens encapuzados bateram na porta.

O primo da jovem e a mãe foram abrir a residência e foram surpreendidos pelos autores, um deles com um machado na mão.

O autor desferiu um golpe com a arma branca na cabeça da vítima.

O outro envolvido estava com uma faca, mas a arma foi utilizada no momento da agressão.

Os instrumentos utilizados no crime não estavam no local quando a guarnição chegou.

O primo da cadeirante saiu para buscar ajuda e o namorado da mãe ficou na parte de trás da casa.

A filha da vítima estava na cama e gritou por socorro até que próximo das 7h30, quando foi gerada a ocorrência para a guarnição.

Ela relatou também que a mãe era usuária de crack e tinha envolvimento com a facção criminosa do bairro, motivo provável para a execução da vítima.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) constatou a perfuração do crânio com exposição da massa encefálica.

A Polícia Científica foi chamada para a perícia e remoção do corpo.

Outra filha da vítima foi chamada para cuidar da irmã mais velha.