Populares encontraram um corpo feminino, no início da noite desta quinta-feira, na beira-mar do Balneário Rincão.

A ocorrência foi registrada por volta de 18h, na orla da Zona Sul e mobilizou Corpo de Bombeiros de Içara, polícias; Civil e Militar; e Instituto Geral de Perícias (IGP).

O corpo da vítima, em estado já avançado de decomposição, foi recolhido pelo IGP, por meio do Instituto Médico Legal (IML) de Criciúma, para possível identificação e constatação da causa da morte.

A vítima não portava documentos, portanto não foi identificada.

Suspeita

Surgiram informações (ainda não confirmadas) de que o corpo poderia ser de uma menina, de 11 anos, que desapareceu no último dia 5, na prainha da Guarda do Embaú, em Palhoça, na Grande Florianópolis.

Foto: Resgate na Guarda do Embaú / CBM

Ela estava com a prima, uma jovem de 19 anos, que tentou salvá-la e se afogou. A jovem chegou a ser socorrida, mas não resistiu no hospital após dois dias.

Identificação

Devido ao estado de decomposição, a identificação oficial poderá ser constatada somente por exame de material genético (DNA), o que pode levar alguns dias, até semanas.

 

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul