Uma mulher de 36 anos morreu eletrocutada no início da tarde desta quinta-feira na localidade de Vila Isabel, em Balneário Arroio do Silva.

Segundo informações de populares repassadas ao Corpo de Bombeiros, ela estava cortando a grama quando atingiu a extensão da fiação da máquina e foi eletrocutada. A mulher foi encontrada próxima da fiação, em decúbito dorsal e já inconsciente.

Os bombeiros confirmaram o desligamento da energia e constataram a ausência de sinais vitais, sendo iniciado o protocolo de reanimação cardiopulmonar.

Ela foi conduzida ao Hospital Regional de Araranguá e, durante o translado, foram aplicadas duas desfibrilações, mas não houve o retorno dos sinais vitais.