Mulher dada como desaparecida está em coma no hospital em Guaramirim

Foto: Reprodução/OCP News Foto: Reprodução/OCP News

Segurança

Por: Claudio Costa

quinta-feira, 11:33 - 24/01/2019

Claudio Costa

Uma mulher de 48 anos dada como desaparecida pela família foi encontrada na manhã desta quinta-feira (24), em Guaramirim.  Ela estava no rio Itapocu, nas proximidades da ponte do Zindars, na SC-108. O Corpo de Bombeiros Voluntários foi chamado para atender a ocorrência às 9h20. Após os primeiros cuidados, a vítima foi levada para o Hospital Santo Antônio. Ela está internada em coma induzido na Emergência da unidade.

O marido entrou em contato com a Polícia Militar dizendo que a esposa tem depressão e deixou um bilhete dizendo que iria tirar a própria vida. Ela pode ter fugido da residência por volta das 2h desta quinta, mas o sumiço foi percebido apenas durante a manhã. Logo após a informação do desaparecimento chegar às redes sociais, a Honda Biz utilizada pela mulher foi encontrada na Via Verde, no bairro Ilha da Figueira.

O Canil do 14º Batalhão de Polícia Militar foi chamado para fazer uma varredura no local. Os cães farejaram o rastro da mulher até a beira do rio. “Foi encontrado um pote de água, uma cartela de antidepressivos e as marcas onde ela sentou. Os cães indicaram que ela esteve ali e, então, foi chamado o Corpo de Bombeiros Voluntários para encontrar a vítima”, comenta o cabo Marcos Paulo Cattoni, policial militar cinotécnico.

É provável que ela tenha tomado os comprimidos e se jogado no rio Itapocu. O corpo da vítima foi avistada por populares nas proximidades da ponte do Zindars, em Guaramirim. Os bombeiros voluntários foram chamados para resgatar a mulher da água. A vítima estava consciente, sem ferimentos, mas muito debilitada. Após o resgate, ela foi levada pelos socorristas para o hospital.

Procure o CVV

 Você está com problemas emocionais e não sabe com quem conversar? Os voluntários do Centro de Valorização da Vida (CVV) estão prontos para te ajudar 24 horas por dia. Você pode entrar em contato com os voluntários através do número 188 ou pelo telefone (47) 3275-1144.

Quer receber as notícias no WhatsApp?

×