Na manhã desta quinta-feira (25), uma mulher de 26 anos de idade caiu no “golpe da ligação premiada”. A forma de agir dos estelionatários segui o “padrão” dos golpes. A mulher recebeu uma ligação durante o início da manhã, onde foi informada que havia ganho uma grande quantia em dinheiro de uma promoção que ela havia ganho. A moradora da Rua Dona Matilde, bairro Vila Lalau em Jaraguá do Sul, ficou muito empolgada, e se propôs a fazer o que fosse preciso para ter acesso a quantia. O marginal, possivelmente de dentro do presídio, disse que para ela receber o prêmio era fácil, bastava que ela repassasse mil reais em créditos de celular ao homem. O valor seria para cobrir às custas de transferências do montante para a conta da contemplada. A vítima, já contente por ter ganho o prêmio, não pensou duas vezes, e foi até um mercado do bairro onde efetuou a compra das recargas. Ela não chegou a comprar os mil reis, pois quando chegou em R$750 de recargas, foi alertada pelo dono do mercado que poderia se tratar de um golpe. Para piorar ainda mais a situação, o dono do mercado também acabou levando a pior! Na hora de cobrar pelas recargas, a mulher disse que não tinha dinheiro para acertar a dívida, pois a ideia era pagar com o montante que ela havia ganho. O responsável pelo estabelecimento comercial disse aos policiais militares que negociaria com a cliente uma forma de receber o valor repassado aos marginais.