Uma proposta apresentada na Câmara de Vereadores de São José pretende impedir o tráfego de motos nas faixas principais da BR-101 na Grande Florianópolis. A Polícia Rodoviária Federal (PRF), a Agencia Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e a Arteris Litoral Sul, concessionária da rodovia, querem impedir a circulação entre o km 192 e o 215, de Biguaçu a Palhoça. A informação foi repassada aos vereadores de São José.

Segundo o inspetor, Anderson Koerich Lima, chefe do Núcleo de Planejamento e Fiscalização da Delegacia da PRF na Grande Florianópolis, as obras que estão sendo realizadas na rodovia, inclusive a mudança em alguns dos acessos da cidade de São José, fazem parte dessa proposta, dentro do projeto “Mudança de hábito”, que também tem foco na mobilidade.

 

 

A Grande Florianópolis, de acordo com o inspetor, tem a pior mobilidade do País e o trecho do km 200 ao 2011 (São José) tem o primeiro lugar em número de acidentes graves, seguido de perto pelo trecho entre o km 211 ao 2020 (Palhoça), que tem o segundo lugar em acidentes graves.