Motoristas por aplicativos, representados pelo presidente da Associação dos Motoristas de Aplicativos de Santa Catarina, Jorge Pires, estiveram na manhã desta quinta-feira (29) na Delegacia de Polícia, em Barreiros, São José, cobrando agilidade na prisão de três suspeitos de um latrocínio ocorrido em Palhoça.

No dia 16 de abril, o motorista foi Amr Abdelaziz Mostafa Elaysed, de 52 anos, natural do Egito, aceitou uma corrida no bairro Caminho Novo, em Palhoça, e foi surpreendido com um tiro na região do abdômen.

A Polícia de São José diz já ter informações sobre o trio que teria cometido o crime, mas as prisões ainda não foram efetivas. Nesta quinta, os motoristas não conseguiram falar com o delegado Willian Sales, responsável pelo caso, mas garantem que seguirão na cobrança pela solução do caso. “Estamos trabalhando com insegurança e não queremos que este caso caia no esquecimento”, disse Jorge Pires.