Um acidente de trânsito terminou com a prisão de um homem por embriaguez ao volante na noite desta segunda-feira (7), em Jaraguá do Sul. De acordo com a Polícia Militar, a ocorrência foi registrada na rua Dona Antônia, no bairro Nova Brasília, às 19h59. O motorista fugiu após bater o veículo, mas foi detido pela PM. Segundo a Polícia Militar, um Volkswagen Fox bateu em um Ford Ecosport que estava estacionado. O motorista fugiu, mas foi abordado por um policial militar de folga. Com o apoio de uma guarnição, o homem foi preso por fugir do local do acidente para fugir da responsabilidade penal ou cível e conduzir veículo com a capacidade psicomotora alterada. O teste do bafômetro apontou 0,87 miligramas de álcool por litro de ar expelido. O motorista foi preso e levado para a Delegacia de Polícia Civil. Foto: Whatsapp/Divulgação
Em 2016, Jaraguá do Sul ocupou a liderança na taxa de internação de vítimas de acidente de trânsito com 54,96 internados para cada 100 mil habitantes. Em 2017, no mesmo período, ficou em terceiro lugar com 41,24 internados, atrás de Palhoça e Chapecó.
Como agir em caso de acidente:
Procedimentos no local: 1 – Verifique quantas vítimas estão envolvidas no acidente; 2 – Sinalize o local para evitar novos acidentes. Utilize triângulos e pisca-pisca do carro ou de outros veículos; 3 – Chame o socorro especializado. Informe o local exato e a descrição das vítimas (homens, mulheres, crianças, idade, sexo, ferimentos visíveis). Os telefones de emergência são: 193 – Bombeiros Voluntários: para fazer o resgate; 190 – Polícia Militar: para registrar a ocorrência no caso de acidentes com vítimas; 198 – Polícia Militar Rodoviária (no caso de acidentes em estradas estaduais); 191 – Polícia Rodoviária Federal (no caso de acidentes em estradas federais). Procedimentos com a vítima: 1 – Mantenha a calma. 2 –Jamais faça a vítima saber qual a extensão real dos ferimentos; 3 – Evite contatos diretos com o sangue ou fluídos orgânicos da vítima; 4 – Evite mover a vítima. Só o faça se houver perigo de agravamento, como no caso de incêndio no veículo; 5 – Durante a remoção, procure evitar que a vítima se mexa, mantenha a posição original até chegada de socorro especializado. Mover uma pessoa acidentada é extremamente complicado e requer o uso de várias técnicas de imobilização.