O condutor do caminhão de coleta de lixo que atingiu uma mulher na noite de ontem, na área central de Criciúma, deu sua versão do ocorrido à Polícia Militar. A reportagem do portal OCP News Criciúma teve acesso ao boletim de ocorrência.

A vítima, Margarete da Cunha, de 50 anos, não resistiu ainda no local. Ela deixa dois filhos.

O motorista contou que trafegava sentido a rua Álvaro Catão quando, ao manobrar na rua Eugênio de Bona Castelan, voltou pelo mesmo trajeto na rua José do Patrocínio.

Em seguida, escutou gritos dos dois coletores e parou o veículo. Disse que nem chegou a visualizar a mulher, que ele e os coletores chegaram a sentir um “balanço” no caminhão e visualizaram o corpo em seguida.

Chovia no momento do acidente. A vítima trabalhava no camelódromo, morava próximo ao local e tinha saído de um supermercado.

A RACLI Limpeza Urbana emitiu uma nota de pesar.

Confira

"A RACLI Limpeza Urbana informa, com pesar, um acidente registrado na noite desta quarta-feira, dia 17, em Criciúma, que acabou levando um pedestre a óbito.

A RACLI informa que está com suas equipes de segurança do trabalho e lideranças no local para que seja prestada toda a assistência necessária neste momento de profunda tristeza. A empresa também presta atendimento aos colaboradores que estavam presentes no momento do acidente.

A RACLI informa também que irá abrir investigação interna para apuração dos fatos, bem como irá coletar informações da polícia sobre o ocorrido.

A RACLI Limpeza Urbana lamenta profundamente o acidente e estende as condolências aos amigos e familiares".

 

 

Foto: Tcharlles Fernandes/Melhores Publicações