Um motorista de aplicativo que estava desaparecido em Caxias do Sul (RS) foi encontrado em Içara e relatou ter sido vítima de assalto.

Arlan Schites dos Santos, 26 anos, recebeu atendimento no Hospital São Donato com ferimentos leves, de acordo com familiares.

Os criminosos teriam incendiado o Peugeot 206 prata da vítima.

Rota

Santos era considerado desaparecido desde a noite de quinta-feira (9). Ele transportava dois passageiros desde Florianópolis (SC) e sua última localização compartilhada foi na Rota do Sol, no distrito do Apanhador, entre São Francisco de Paula e Caxias do Sul, às 17h30min.

Pouco depois, às 18h15min, o motorista não visualizou a mensagem da namorada, que mora em Caxias.

Depois, o celular de Santos parou de receber as mensagens e nenhum familiar ou amigo teve contato com o motorista.

O condutor reapareceu na madrugada de sábado, em Içara.

Segundo divulgado pela família, Santos foi rendido por dois assaltantes quando deixava passageiros no bairro Fátima, logo após chegar em Caxias do Sul, na noite de quinta-feira.

Os bandidos levaram a vítima até Santa Catarina quando, próximo a Içara, avistaram uma blitz policial.

Os criminosos teriam feito o retorno, parado em um local ermo, amarrado Santos ao Peugeot 206 e ateado fogo ao veículo.

A vítima teria conseguido se desamarrar e sofrido apenas ferimentos leves.

Na manhã de sábado, Santos continuava em atendimento no Hospital São Donato, de Içara.

Apoio

Logo após descobrir o acontecido, um grupo de motoristas de aplicativo foi até a cidade para apoiar o colega.

A reportagem fez contato com o grupo, mas ninguém quis se manisfestar sobre o caso. Familiares de Santos não atenderam as ligações da reportagem.

O relato do assalto chegou à Polícia Civilde Caxias do Sul.

O delegado Adriano Linhares confirmou que Santos foi encontrado, mas não quis dar detalhes sobre caso.

O titular da Delegacia de Homicídios respondeu que os fatos precisam ser investigados com cautela.

Fonte: Leonardo Lopes/Gaúcha ZH