Um motorista embriagado quase provocou uma tragédia na tarde desta terça-feira (24), em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina. O veículo desgovernado invadiu uma creche por volta das 16h30, na rua Quilombo, no Loteamento Colatto. De acordo com informações do Diário do Iguaçu, seis crianças ficaram feridas no acidente. O Corpo de Bombeiros resgatou cinco crianças e uma foi atendida pelo Serviço Aeropolicial de Fronteira (Saer-Fron) da Polícia Civil. Os bombeiros relataram que algumas crianças saíam da creche e outras ainda estavam na sala de aula. O condutor do veículo, um homem de 53 anos, foi preso e levado para a Central de Plantão Policial. O teste do bafômetro apontou 0,94 miligramas de álcool por litro de ar expelido. Segundo apurou a equipe de reportagem do Diário do Iguaçu, a sala atingida é do pós-escolar e tinha cerca de 20 crianças. O local fica anexo ao Centro de Educação Infantil Municipal (CEIM). Professoras relataram que a turma havia voltado às atividades. De repente, todos ouviram um forte barulho e, logo depois, o carro invadiu a sala. Várias crianças tiveram ferimentos leves. Das vítimas, duas crianças estavam em estado mais grave, uma delas foi sedada, pois chorava muito na hora por sentir dor. O Hospital da Criança informou que seis crianças sendo atendidas, algumas com escoriações outras em estado bem crítico, mas não houve nenhuma morte. Os bombeiros ressaltaram que as crianças com estado de saúde mais grave foram levadas para o Hospital Regional do Oeste. Nota da prefeitura Em nota, a prefeitura relatou o ocorrido, leia na íntegra: "Um veículo desgovernado atingiu uma das salas anexas do Centro de Educação Infantil Municipal Pequenos Heróis, no Loteamento Colatto, Bairro Efapi, no final da tarde desta terça-feira (24). No espaço estavam 24 alunos do pré-escolar com idade entre 4 e 5 anos, acompanhados pela professora. O Prefeito Luciano Buligon e a Secretária de Educação Sandra Maria Galera foram ao local para acompanhar os fatos e determinaram aos diversos setores da Administração para prestação de toda a assistência necessária às crianças e familiares". Com informações do Diário do Iguaçu.