Doze anos de prisão no regime fechado. Esta foi a pena de Jean Everson Raymundo, 24 anos. O motoboy foi considerado culpado pelo assassinato de Murilo José Coelho, na época com 36 anos.

O crime aconteceu no dia 19 de janeiro. Segundo o processo criminal, Murilo foi espancado até a morte, com chutes, pontapés e golpes de capacete, após se envolver em um acidente de trânsito contra Jean.

Os sete jurados entenderam que Jean foi o autor intencional da agressão que culminou na morte e votaram pela condenação. A sentença foi proferida pelo juiz Gustavo Henrique Aracheski.

Ele estava preso deste o crime e após o júri voltou ao Presídio Regional de Joinville. A acusação ficou por conta do promotor Marcelo Mengarda. Já a defesa foi feita pela advogada Nair Aline Tomaz.

Tribunal ficou completamente lotado | Foto Thiago Dias/Comarca de Joinville

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito: 

WhatsApp  

Telegram  

Facebook Messenger