A Polícia Civil de Joinville prendeu os responsáveis pelo assassinato do empresário Sérgio Kammholz, 39 anos. Sérgio foi morto com cinco tiros na noite do dia 26 de dezembro de 2019.

Inicialmente a corporação tratou o caso como sendo um latrocínio, mas após investigação, concluiu-se que se tratou de homicídio planejado por familiares da vítima.

De acordo com o delegado Fábio Estuqui, já desconfiava-se que não se tratava de um latrocínio. Três pessoas foram presas temporariamente, dois homens e uma mulher.

O delegado Murilo Batalha, atual responsável pelo inquérito, afirmou que a prisão preventiva de 30 dias pode ser prorrogada por mais 30 caso necessário, prazo para concluir as investigações e levar ao poder judiciário.

"Apesar de o inquérito ser sigiloso, podemos afirmar que teve sim um familiar da vítima que foi preso. No entender da Polícia Civil, foi ele quem passou algumas informações privilegiadas para os executores do crime", explica Batalha.

O crime, ainda segundo o delegado, foi praticado mediante emboscada, uma vez que os criminosos já aguardavam a passagem do empresário pelo local.

A motivação do crime, a princípio, seria um caso extraconjugal da esposa de Sérgio. Um dos presos, inclusive, seria o amante da mulher.

Além das pessoas presas, cinco mandados de busca e apreensão foram cumpridos.

"Dentro desses 60 dias de investigação, podem surgir além de novas provas, a participação de novas pessoas no crime".

Ainda segundo o delegado, um dos suspeitos chegou a confessar o crime, explicando toda a logística por trás da emboscada e do homicídio.

Relembre o crime

Na noite do dia 26 de dezembro, Sérgio andava de moto com a mulher. na altura do km 3 da SC-418. A esposa da vítima teria acusado câimbras enquanto o casal dirigia-se a uma lanchonete, na região.

Neste momento um veículo, que vinha próximo, abordou ambos e foi ordenado que a moto fosse estacionada. Em seguida, um dos suspeitos orientou que o empresário se posicionasse a 50 metros da moto momento em que foram efetuados cinco disparos contra a vítima.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Telegram