O catarinense Ivan Susin, de 29 anos, morreu na madrugada desta sexta-feira (11) em Gold Coast, na Austrália. Ele estava em coma induzido após ter sido agredido no dia 1º de outubro enquanto tentava defender um amigo durante uma briga.

A confusão ocorreu em uma rua do movimentado bairro Surfers Paradise, famoso pela vida noturna. O catarinense - natural de Curitibanos - estava comprando kebab, tradicional comida árabe, em um comércio na calçada quando percebeu que um amigo seu estava sendo vítima de agressões.

Ivan tentou interceder por ele, mas foi golpeado por um amigo do agressor, que lhe desferiu um soco no rosto. O catarinense caiu no chão e permaneceu imóvel.

Momento em que o catarinense Ivan Susin é agredido | Foto: Reprodução

Ele foi levado para o hospital universitário de Gold Coast e ficou em coma induzido até a madrugada de hoje, quando acabou falecendo. A mãe dele foi para a Austrália após a agressão para acompanhar o tratamento do filho.

O homem que lhe atingiu, identificado como Ricky Lefoe, de 27 anos, chegou a ser preso, mas foi solto após pagar fiança de 50 mil dólares australianos.

A briga

A confusão teve início após dois homens passarem pelo local, e um deles roubar comida de dois rapazes que estavam sentados em um banco.

Uma discussão entre eles começou, e um dos homens passou a agredir o amigo de Ivan. Ao tentar ajudá-lo o catarinense foi agredido.