Moradores atingidos pelas chuvas em Itajaí podem solicitar liberação do FGTS

Foto: Divulgação / Prefeitura de Itajaí

Por: Luan Tamanini

08/11/2023 - 15:11 - Atualizada em: 08/11/2023 - 15:53

Os trabalhadores inseridos na listagem de endereços ou comunidades rurais atingidas pelas chuvas em Itajaí já podem solicitar a liberação do FGTS. De acordo com a Defesa Civil do município, a lista completa das ruas atingidas pode ser conferida online.

A requisição do benefício deve ser feita através do aplicativo da Caixa (App FGTS, disponível nos sistemas Android e iOS. Moradores que foram contemplados na listagem não precisam realizar cadastro no órgão de proteção e segurança.

Informações gerais sobre o saque

Por orientação da Caixa Econômica Federal, foram cadastrados apenas os endereços dos imóveis residenciais diretamente atingidos pela chuva, ou seja, que sofreram danos materiais.

Para realizar o saque, os trabalhadores precisam ter saldo em conta vinculada de FGTS, que teve sua residência danificada/destruída pelo desastre natural, reconhecido por meio de portaria do Governo Federal, e que não realizou saque por este motivo nos últimos 12 meses.

O valor do saque será equivalente ao saldo existente na conta vinculada, na data da solicitação, limitado à quantia correspondente a R$ 6.220,00, por evento caracterizado como desastre natural.

Os demais moradores, que tiveram seus imóveis residenciais atingidos e não constam no documento da Defesa Civil deverão fazer um cadastro junto ao órgão. O prazo para cadastramento termina nesta quarta-feira (8), às 23h59. A situação será deferida ou indeferida posteriormente, assim que o órgão realizar a análise da situação do trabalhador cadastrado.

Para realização do cadastro deverá ser enviada cópia de comprovante de residência, bem como foto(s) e/ou vídeo(s) que comprovem que a residência foi atingida diretamente. Após o período de cadastro, será divulgada nova data, no site do Município (www.itajai.sc.gov.br) e da Defesa Civil de Itajaí (www.defesacivil.itajai.sc.gov.br), para que o trabalhador que teve a sua solicitação deferida realize o pedido de liberação do benefício junto à Caixa Econômica Federal. Esse pedido também deverá ser realizado pelo aplicativo FGTS.