Preso desde junho desde ano, acusado de pedofilia, o Ministério Público acatou na última sexta-feira (2), a denúncia contra o padre Marcos Roberto Ferreira, 37, suspeito de assediar sexualmente de cinco crianças. Os abusos ocorriam  enquanto o pároco realizava atividades espirituais em uma paróquia de São Francisco do Sul.
Os adolescentes vítimas dos abusos do sacerdote prestaram depoimento a Polícia e confirmaram os abusos cometidos pelo padre. A defesa tem dez dias para se pronunciar sobre o caso. Marcos Roberto Ferreira continua na unidade prisional avançada de São Francisco do Sul.
O padre esta afastado do cargo religioso desde quando o pai de uma das vítimas de 13 anos denunciou o estupro.
Foto destaque: Polícia Civil/ Divulgação