A menina de apenas 6 anos, morta pela mãe e madrasta no último sábado (24), era mantida trancada em um quarto há semanas e se alimentava uma única vez por dia. Essa informação foi apontada na denúncia apresentada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) à justiça.

Segundo o MP, o crime foi cometido pela mãe da criança, Gilmara Oliveira de Farias; Brena Luane Barbosa Nunes, namorada de Gilmara; e Rosangela Nunes, mãe de Brena.

A mãe da namorada foi presa na quarta-feira (28). As outras duas mulheres já estavam presas desde a segunda-feira (26), dia em que a vítima deu entrada no hospital em estado grave.

Na denúncia, a promotora de Justiça Érika Conceição Lopes Pinto relata que a pequena Ketelen Vitoria Oliveira da Rocha tinha permissão para sair apenas para fazer cocô e urinava na própria roupa ou no chão do quarto.

A menina apanhava diariamente, com socos, chutes, pisões, golpes com chicote e era arremessada contra a parede. Ketelen chegou a ser jogada de um barranco com aproximadamente 7 metros de altura.

O MP-RJ denunciou as três suspeitas por crime de homicídio triplamente qualificado.

Com informações do Jornal Extra.