Médico é preso após chamar enfermeira de “nordestina burra”

Foto: Divulgação/Prefeitura de Morro Reuter

Por: Milena Natali

14/02/2024 - 16:02 - Atualizada em: 14/02/2024 - 16:54

Um médico de 63 anos foi preso em flagrante pela Polícia Civil em uma UBS (Unidade Básica de Saúde) de Morro Reuter, cidade no interior do Rio Grande do Sul, após chamar uma enfermeira de “nordestina burra”.

O suspeito, a vítima e duas testemunhas que presenciaram a cena, foram encaminhados para a Delegacia de Polícia, todos trabalham na UBS.

Segundo as testemunhas, o médico que atua no local se referiu a uma colega de trabalho, enfermeira, 39 anos, como “nordestina burra”.

O delegado de plantão decidiu efetuar a prisão em flagrante do médico por crime de injúria discriminatória.

De acordo com a secretária municipal de Saúde, Meio Ambiente e Assistência Social da cidade, Ana Paula Viebrantz, afirmou ao GZH que será aberta uma sindicância:

“Tomamos conhecimento do episódio, porém, iremos nos pronunciar oficialmente após apuração dos fatos. E para isso, abriremos uma sindicância, seguindo os trâmites legais”, afirmou.

*Com informações do site Forum