O 14º BPM (Batalhão de Polícia Militar) realizou, nesta quarta-feira (25), uma operação no condomínio Érica Modroc Menegotti, no bairro Ribeirão Cavalo, em Jaraguá do Sul.

A ação que buscou implantar a Rede de Vizinhos no residencial mobilizou 61 policiais civis e militares.

O subcomandante do 14º BPM, major Aires Volnei Pilonetto, destaca que a implantação da Rede de Vizinhos no condomínio com cerca de 250 apartamentos ocorre há cerca de um mês. A operação foi deflagrada após um dos membros da rede ser ameaçado.

 

 

“A gente entende que o Érica Modroc é o principal local para a implantação da Rede de Vizinhos na cidade. Nós temos cerca de 100 redes implantadas ou em implantação em Jaraguá do Sul. A rede de proteção vem para auxiliar os moradores em vários aspectos, tanto de ordem social como na segurança”, explica Pilonetto.

Ao todo, 61 policiais civis e militares participaram da ação | Foto: Cláudio Costa/OCP News

A operação começou por volta das 8h e se estendeu durante todo o dia. Foram destacados 40 policiais militares da Radiopatrulha, das Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (Rocam) e do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT).

Com autorização da Justiça para ocupar as áreas comuns do condomínio, os policiais civis e militares realizaram uma barreira de controle na entrada do local. Também foram feitas visitas aos apartamentos do residencial.

Policiais militares montaram uma barreira na frente do condomínio | Foto: Cláudio Costa/OCP News

“Aqui moram pessoas boas e quem merecem a atenção do Estado. Nós queremos que Jaraguá do Sul perceba que o Érica Modroc é um lugar de paz, com pessoas trabalhadoras e sem pessoas com má índole”, comenta o major.

União e obtenção de informações

O comandante do 14º BPM, tenente-coronel Márcio Leandro Reisdorfer, destaca que a ação envolve o Judiciário, o Ministério Público de Santa Catarina, além do Conselho Tutelar e o Setor de Fiscalização da Prefeitura de Jaraguá do Sul.

PMs realizaram visitas aos apartamentos | Foto: Cláudio Costa/OCP News

A autorização judicial para a operação ocorreu após elaboração de um Relatório Técnico Operacional e a exposição do problema de vulnerabilidade da área. Reisdorfer reitera que a presença dos órgãos do Estado facilita o trabalho da Polícia Militar.

“Em Jaraguá do Sul, a gente consegue congregar vários órgãos em torno de uma causa. Esta é uma área crítica por causa do consumo e o tráfico de drogas. Fora isso, acabamos encontrando um comércio funcionando de forma ilegal”, comenta o tenente-coronel.

Canil do 14º BPM realizou uma varredura a procura de drogas no condomínio | Foto: Cláudio Costa/OCP News

Além dos policiais militares, 18 policiais civis e três delegados participaram da operação. O delegado regional Fabiano dos Santos Silveira enfatiza que a ocupação do local é importante.

Ele considera positiva a participação da Polícia Civil e diz que a ação tem um viés estratégico.

“Neste momento, a gente veio dar um apoio operacional. Mas também aproveitamos a ação para conhecer melhor o condomínio e fazer um trabalho de inteligência. Isso com certeza vai subsidiar alguns trabalhos desenvolvidos pela Divisão de Investigação Criminal”, aponta Silveira.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):