A fiscalização através das câmeras de monitoramento resultou em mais 30 multas no primeiro dia de funcionamento do novo sistema de fiscalização, de acordo com o capitão do 14º Batalhão de Polícia Militar, Antônio Benda Rocha. Informados com antecedência sobre a mudança, era possível observar um cuidado maior dos motoristas ao transitarem pelo centro de Jaraguá do Sul, principalmente ao dar preferência para os pedestres na faixa. Ao todo, 25 câmeras poderão flagrar infrações de trânsito. De acordo com Benda Rocha, o número de multas foi consideravelmente alto para o período. As infrações foram detectadas principalmente na área central, onde grande parte das placas de sinalização foi colocada. “As infrações mais visualizadas foram as de transitar sem cinto de segurança e falar ou mexer no celular enquanto dirige”, aponta Benda.
Everaldo destaca que cumprimento de normas pode evitar acidentes | Foto Eduardo Montecino/OCP
A partir de agora, o professor Everaldo Cardoso afirma que terá atenção redobrada com o uso do celular no carro. Motorista experiente, ele comenta que já estava ciente do videomonitoramento e acredita que a fiscalização pode prevenir acidentes por pequenos descuidos. “Logo pela manhã recebi os avisos em grupos do Whatsapp também, reforçando sobre o novo sistema”, conta o professor. O capitão Benda salienta que as normas previstas no Código de Trânsito Brasileiro devem ser seguidas para minimizar as chances de colisões e outros transtornos. “Ações como mexer no celular ou avançar o sinal vermelho, por exemplo, potencializam o acontecimento de tais casos”, observa. As placas instaladas foram fabricadas pela diretoria de Trânsito da Prefeitura, somando o investimento de R$ 4 mil, proveniente de convênio . As câmeras estão sendo monitoradas pela Central de Emergência da PM, sendo que apenas os agentes de trânsito poderão efetuar a autuação. O registro também deve ser feito no momento em que a infração foi cometida, com as informações e detalhes preenchidos no documento. A multa será encaminhada normalmente para o endereço do motorista, seguindo os procedimentos do Detran. ALGUMAS MULTAS QUE PODEM APLICADAS • Parar no passeio/calçada R$ 88,38 • Parar sobre a faixa de pedestres, na mudança de sinal luminoso (semáforo) R$ 130,16 • Parar na área de cruzamento, prejudicando demais veículos e pedestres R$ 130,16 • Transitar pela contramão em via de sentido duplo R$ 195,23 • Transitar na faixa / pista exclusiva R$ 195,23 • Efetuar conversões em local proibido R$ 195,23 • Não usar cinto de segurança (condutor e passageiros) R$ 195,23 e retenção do veículo • Avançar sinal vermelho do semáforo R$ 293,47 • Avançar ou sinal de Parada Obrigatória, cancela/áreas especiais R$ 293,47 • Transitar em sentido oposto ao estabelecido R$ 293,47 • Usar celular ao dirigir (vale para manipular ou falar) R$ 293,47 • Estacionar em vaga de deficiente ou idoso R$ 293,47 • Deixar de dar preferência em faixa destinada a pedestre R$ 293,47 Reportagem de Dyovana Koiwaski para o jornal O Correio do Povo.