Dados divulgados pela Diretoria de Informação e Inteligência da Secretaria de Segurança Pública mostram como foi o primeiro semestre de 2021 em comparação com toda a série histórica. Para o crime de homicídio, desde que o sistema foi implantado, nunca Santa Catarina alcançou uma queda tão expressiva.

Nesses últimos seis meses do ano, mais da metade das cidades catarinenses (62%) não tiveram nenhum registro de homicídio, isso significa que em 189 municípios não houve um crime sequer deste tipo (veja lista abaixo).

Além disso, segundo a última pesquisa divulgada pelo Atlas da Violência do IPEA, Santa Catarina tem atualmente a segunda melhor taxa de homicídios do país nos três grupos pesquisados, sendo eles: gerais, jovens e mulheres.

 

 

Diversos fatores contribuem para a diminuição deste tipo de crime em Santa Catarina, que passou a registrar queda a partir de 2018 e desde então só tem diminuído. Uma das primeiras mudanças na área da segurança pública que pode explicar este cenário é a criação, em 2019, do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial, que repassou às instituições de segurança total autonomia gerencial e financeira, dando mais agilidade para obtenção de recursos e equipamentos, e também, no fluxo de trabalho de cada uma.

 

 

As forças policiais receberam recursos e reforços de pessoal. O último, e maior já realizado na história de SC, foi R$ 343 milhões destinados à melhoria de viaturas, armamentos e sistemas de tecnologia.

Somente nos últimos dois anos, a segurança também teve o efetivo reforçado com mais 1000 soldados e 70 oficiais para a Polícia Militar, 299 Policiais Civis, 94 novos peritos, além de 292 soldados para o Corpo de Bombeiros Militar de SC.

Nas ruas, o trabalho é intensificado no combate à criminalidade. Só a Polícia Civil realizou 687 operações policiais neste primeiro semestre do ano, sendo 32% para combate ao tráfico de drogas, 15% roubo e furto e 11% para homicídio doloso.

A Polícia Militar tem trabalhado 24 horas operacionalmente e através dos seus sistemas de inteligência, identificando e apreendendo grandes quantidades de drogas diariamente, tanto pela Operação Narcos tanto quanto pela Operação Barriga Verde. O objetivo é tirar Santa Catarina da rota do tráfego, diminuindo assim as mortes decorrentes da guerra entre facções e dos delitos provenientes do consumo e do comércio de drogas.

Confira a lista de cidades que não tiveram homicídio em 2021

Região Sul: Abdon Batista; Balneário Rincão; Brunópolis; Capivari de Baixo; Cocal do Sul; Ermo; Forquilinha; Laguna; Maracajá; Meleiro; Morro Grande; Nova Veneza; Orleans; Pedras Grandes; Pescaria Brava; Rio Fortuna; Sangão; Santa Rosa de Lima; São Ludgero; São Martinho; Sombrio; Timbé do Sul; Treviso; Treze de Maio; Turvo; e Urussanga.

Região Norte: Bela Vista do Toldo; Campo Alegre; Corupá; Mafra; Major Vieira; Monte Castelo; Papanduva; Porto União; Santa Terezinha; e Schroeder.

Vale do Itajaí: Agrolândia; Agronômica; Apiúna; Ascurra; Atalanta; Aurora; Benedito Novo; Botuverá; Braço do Trombudo; Chapadão do Lageado; Dona Emma; Doutor Pedrinho; Guabiruba; Ibirama; Imbuia; Ituporanga; José Boiteux; Laurentino; Luiz Alves; Massaranduba; Mirim Doce; Petrolândia; Pomerode; Presidente Getúlio; Rio do Campo; Rio do Oeste; Salete; São João do Itaperiú; Taió; Trombudo Central; Vidal Ramos; Vitor Meireles; e Witmarsum.

Grande Florianópolis: Águas Mornas; Angelina; Anitápolis; Antônio Carlos; Canelinha; Governador Celso Ramos; Leoberto Leal; Nova Trento; Paulo Lopes; Rancho Queimado; São Bonifácio; São João Batista; e São Pedro de Alcântara.

Oeste: Abelardo Luz; Água Doce; Águas de Chapecó; Águas Frias; Alto Bela Vista; Anchieta; Arabutã; Arroio Trinta; Arvoredo; Bandeirante; Barra Bonita; Belmonte; Bom Jesus; Bom Jesus do Oeste; Calmon; Campo Erê; Caxambu do Sul; Cordilheira Alta; Coronel Freitas; Coronel Martins; Cunhataí; Cunha Porã; Dionísio Cerqueira; Entre Rios; Erval Velho; Faxinal dos Guedes; Frei Rogério; Formosa do Sul; Galvão; Guaraciaba; Guatambu; Ibiam; Ibicaré; Iomerê; Ipira; Iporã do Oeste; Ipumirim; Irani; Irati; Itá; Jaborá; Jardinópolis; Joaçaba; Jupiá; Lacerdópolis; Lajeado Grande; Lindóia do Sul; Luzerna; Macieira; Marema; Matos Costa; Mondaí; Monte Carlo; Nova Itaberaba; Novo Horizonte; Ouro; Ouro Verde; Palma Sola; Paraíso; Passos Maia; Peritiba; Pinhalzinho; Pinheiro Preto; Piratuba; Presidente Castelo Branco; Rio das Antas; Riqueza; Romelândia; Saltinho; Santa Helena; Santa Terezinha do Progresso; Santiago do Sul; Santo Veloso; São Bernardino; São Carlos; São João do Oeste; São Miguel da Boa Vista; Serra Alta; Sul Brasil; Tangará; Tigrinhos; Tunápolis; União do Oeste; Vargeão; e Xavantina.

Serra: Anita Garibaldi; Bocaina do Sul; Bom Jardim da Serra; Cerro Negro; Gravatal; Otacílio Costa; Palmeira; Ponte Alta; Ponte Alta do Norte; Rio Rufino; Santa Cecília; Treze Tílias; Urubici; Urupema; Vargem; e Zortéa.