O Movimento Marcha do Silêncio realizou uma ação em alusão ao Maio Amarelo em Jaraguá do Sul.

Um grupo se reuniu na frente do Museu da Paz, na avenida Getúlio Vargas, no Centro, no último sábado (14).

De acordo com a coordenadora Sueli Mader, a intenção foi demonstrar a preocupação com a triste realidade da violência no trânsito.

De acordo com Sueli, os voluntários buscam chamar a sociedade para repensar atitudes que colocam em risco as pessoas, como a embriaguez ao volante.

Sueli conta que os integrantes do Movimento Marcha do Silêncio buscaram saber a opinião das pessoas sobre as mortes decorrentes de acidentes com motoristas embriagados.

Eles questionaram se esses casos eram acidentes ou crimes.

Foto: Divulgação

Sueli afirma que todos foram unânimes em responder que essa é uma conduta criminosa.

"Se é crime, por que tanta impunidade? Por que a maioria das pessoas coopera com esta cultura de morte, ao invés de combatê-la? Ao contrário, elas fazem parecer tudo normal. Por isso, não podemos calar, é preciso confrontar essa cultura que só traz custos e muita dor”, lamenta.

Os voluntários realizaram interações com crianças, distribuindo camisetas e desenho do mascote do movimento para ser pintado.

Foto: Divulgação

Segundo Sueli, elas são muito afetadas pelas consequências dos acidentes com vítimas fatais.