Na cidade de Mogi das Cruzes, mãe e filha foram detidas por suspeita de atropelarem uma mulher e o filho, na rua Treze, no Conjunto Habitacional Jefferson. A mulher, de 24 anos, não resistiu aos ferimentos e faleceu. O bebê de oito meses segue internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital das Clínicas Luzia de Pinho Melo.

De acordo com a tia da mãe do bebê, Arthur Miguel dos Santos Valezini está com dois coágulos na cabeça e intubado. A família aguarda a avaliação médica para saber se ele passará ou não por cirurgia.

O acidente aconteceu por volta das 12h na sexta-feira (6). A adolescente de 15 anos dirigia uma Kombi, acompanhada da mãe, de 40 anos, quando perdeu o controle e atingiu as vítimas. A mulher então pediu que algumas pessoas que estavam ao redor ligassem pedindo socorro para as vítimas. A garota foi levada para a Fundação Casa e a mãe foi indiciada por permitir direção de veículo automotor a pessoa não habilitada.

Policiais militares que estavam em patrulhamento de rotina foram acionados para atender a ocorrência envolvendo atropelamento e, no local se depararam com a vítima ainda ao chão.

Luana dos Santos Landim, de 24 anos, morreu no local, enquanto o bebê foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhado ao Hospital das Clínicas Luzia de Pinho Melo, onde permanece internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Segundo as informações da Secretaria de Estado de Segurança Pública informou que o local permaneceu preservado até a chegada de uma equipe da Polícia Científica, responsável pela perícia. As duas envolvidas foram conduzidas à Central de Polícia Judiciária, onde a ocorrência foi formalmente apresentada.