Um acidente de trânsito foi registrado no final da tarde desta quarta-feira (16), em Jaraguá do Sul. A ocorrência foi registrada na rua Bertha Weege, no bairro Barra do Rio Cerro. O Corpo de Bombeiros foi chamado para atender o chamado às 16h44. Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e dos bombeiros voluntários estão no local realizando o socorro às vítimas. Segundo as primeiras informações, duas pessoas, mãe e filha, estavam em uma bicicleta e bateram na lateral de um automóvel.
Fotos: Fabio Junkes/OCP
A ciclista, F.M.M., 22 anos, foi socorrida com suspeita de fratura na perna e ferimentos pelo corpo. A criança, M.L.D, um ano, tinha ferimentos no rosto. A criança foi levada para o Hospital Jaraguá. A mãe foi encaminhada para o Hospital São José. Atualmente, a multa por dirigir sob efeito de álcool teve o valor ampliado de R$1.915,40 para R$2.934,70. Em caso de reincidência no período de 12 meses, o valor será dobrado para R$5.869,40.
Como agir em caso de acidente:
Procedimentos no local: 1 – Verifique quantas vítimas estão envolvidas no acidente; 2 – Sinalize o local para evitar novos acidentes. Utilize triângulos e pisca-pisca do carro ou de outros veículos; 3 – Chame o socorro especializado. Informe o local exato e a descrição das vítimas (homens, mulheres, crianças, idade, sexo, ferimentos visíveis). Os telefones de emergência são: 193 – Bombeiros Voluntários: para fazer o resgate; 190 – Polícia Militar: para registrar a ocorrência no caso de acidentes com vítimas; 198 – Polícia Militar Rodoviária (no caso de acidentes em estradas estaduais); 191 – Polícia Rodoviária Federal (no caso de acidentes em estradas federais). Procedimentos com a vítima: 1 – Mantenha a calma. 2 –Jamais faça a vítima saber qual a extensão real dos ferimentos; 3 – Evite contatos diretos com o sangue ou fluídos orgânicos da vítima; 4 – Evite mover a vítima. Só o faça se houver perigo de agravamento, como no caso de incêndio no veículo; 5 – Durante a remoção, procure evitar que a vítima se mexa, mantenha a posição original até chegada de socorro especializado. Mover uma pessoa acidentada é extremamente complicado e requer o uso de várias técnicas de imobilização.