O velório do presidente da Fujama, Leocadio Neves e Silva, aconteceu na capela mortuária Vitório Lazzaris, no Cemitério Municipal da Vila Lenzi, a partir da 0h desta segunda-feira (30). O Cortejo fúnebre sairá às 16 horas desta segunda-feira, em direção ao Crematório Catarinense, no bairro Nereu Ramos. A causa do seu falecimento foi um câncer que se manifestou há oito anos. Na ocasião, fez uma cirurgia e retirou o estômago. Cinco anos depois, o mesmo tipo de câncer voltou, instalando-se no mediastino, obrigando a uma nova cirurgia e a um tratamento com medicamentos. Em setembro de 2016 passou por uma terceira cirurgia e prosseguiu tomando remédios. Durante o processo de tratamento, desde que iniciou, manteve-se ativo profissionalmente, cumprindo, dentro das possibilidades, todos os seus compromissos. Na última terça-feira, foi internado no Hospital São José. Devido à extensão da doença, decidiu-se que não valeria o risco de uma quarta intervenção cirúrgica. Na tarde deste domingo (29), Leocadio não resistiu, vindo a falecer.