O juiz da Vara Única da comarca de Pinhalzinho, Caio Lemgruber Taborda, publicou na tarde desta segunda-feira a decisão em que aceita a denúncia do Ministério Público contra Fabiano Kipper Mai, de 18 anos, que vitimou três crianças e duas professoras em uma creche de Saudades, no Oeste. Assim, o acusado se torna réu no processo, por 19 homicídios triplamente qualificados, sendo cinco consumados e 14 tentados.

A partir de agora, a defesa tem 10 dias para apresentar argumentos e arrolar testemunhas. Após, inicia o prazo de cinco dias para que o Ministério Público se manifeste sobre a defesa apresentada. O magistrado decretou ainda que o processo deve tramitar em segredo de justiça.

Segundo inquérito apresentado pelas polícias, Civil e Militar, o agora réu entrou na Escola Infantil Pró-Infância Aquarela, em Saudades, por volta de 10h do dia 4/5.

Após ferir uma professora com uma espada, o suspeito atingiu uma auxiliar pedagógica e quatro crianças menores de dois anos.

Das vítimas, uma criança foi internada e se recupera junto da família, em casa. As demais faleceram em decorrência dos ferimentos.