O motorista do Honda Fit não atendeu a ordem da polícia, furou a blitz e fugiu em alta velocidade pelo bairro Caminho Novo, em Palhoça. A PM foi atrás e pela placa do veículo constatou que ele havia sido roubado em Florianópolis horas antes.

Conforme a versão dos agentes, o fugitivo fez ultrapassagens arriscadas, perdeu o controle do carro algumas vezes, subiu nas calçadas, colocou pedestres em risco e, mesmo advertido com sinais luminosos e sonoros, não parou.

Seguiu em alta velocidade por uns oito km e no bairro Jardim Eldorado - na mesma cidade - bateu de frente num poste de luz. A poste caiu sobre o automóvel e impediu que o suspeito abrisse a porta. Acabou preso em flagrante.

Foto Divulgação

Diversas passagens

Na delegacia, os policiais descobriram que o fugitivo tem apenas 19 anos, ostenta diversas passagens pela polícia e responde a outro processo criminal por roubo. Ele confessou, em depoimento, que venderia o carro a um amigo por R$ 1.600.

Na audiência de custódia realizada nesta segunda-feira (20), a juíza Viviana Gazaniga Maia, da 2ª Vara Criminal de Palhoça, entendeu que a liberdade do conduzido indubitavelmente colocará em risco a garantia da ordem pública.

"Assim", concluiu a magistrada, "para evitar que o autuado continue praticando delitos e tente novamente se furtar à responsabilidade criminal, se faz necessária a conversão da prisão em flagrante em preventiva".

Agora, além do processo por roubo, o fugitivo responderá a outro por receptação e direção perigosa.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul

Facebook Messenger