A Justiça concedeu liberdade provisória a Luiz Benedito de Castro, 65 anos, preso na tarde do dia 16 de agosto pela Polícia Civil, acusado de exercício ilegal da profissão de dentista. Ele atendia em um consultório clandestino em Fragosos, distrito de Campo Alegre. O segundo envolvido já foi identificado em Curitiba e vai prestar depoimento em breve. Várias vítimas também já foram intimadas e começam a ser ouvidas ainda esta semana. Após a conclusão do inquérito policial, o caso será encaminhado ao Ministério Público e ao Poder Judiciário para eventual abertura de ação penal. Com informações do jornal A Gazeta | Foto: Polícia Civil/Divulgação