Júri com oito réus tem previsão de durar até três dias em Gaspar

Por: OCP News Vale

17/01/2023 - 09:01 - Atualizada em: 17/01/2023 - 09:09

A comarca de Gaspar, no Vale do Itajaí, inicia nesta terça-feira (17/1), a partir das 9h, mais uma extensa sessão do Tribunal do Júri. Durante três dias, oito acusados serão julgados por crimes que culminaram em um homicídio qualificado, praticado na madrugada do dia 29 de janeiro de 2020, no bairro Óleo Grande. O julgamento, iniciado em dezembro do ano passado, foi reagendado para ​esta data após uma jurada passar mal e ser encaminhada ao hospital.

De acordo com o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), oito réus, entre eles duas filhas da vítima, foram os responsáveis pela morte do homem de 51 anos. Após invadirem a casa e obrigarem a vítima a se deitar de bruços no chão do próprio quarto, desferindo-lhe inúmeros golpes e chutes, um dos réus efetuou quatro disparos de arma de fogo a curta distância na cabeça da vítima.

Os denunciados chegaram a simular que havia ocorrido um assalto na residência. Segundo a denúncia, cômodos da casa foram revirados, como se tivessem buscado por pertences de valor na residência, e dali subtraíram para si o celular da vítima e outros pequenos objetos. Os réus serão julgados por homicídio duplamente qualificado pelo motivo torpe – as filhas motivados por sentimento de vingança, devido ao fato de supostamente terem sido abusadas sexualmente pelo genitor e pelo recurso que impossibilitou a defesa da vítima -, crime praticado durante o repouso noturno; elevada quantidade numérica e disparos de arma de fogo – e crime conexo de furto qualificado.

A juíza Griselda Rezende de Matos Muniz Capellaro, titular da V​ara Criminal de Gaspar, presidirá a primeira sessão do ano, que tem previsão para encerrar na próxima quinta-feira (19/1). Além do interrogatório dos oito réus, 29 testemunhas foram arroladas e serão ouvidas. Durante todo o período da sessão, os jurados ficarão incomunicáveis para garantir o sigilo do voto. Os oito réus estão presos preventivamente e o processo tramita sob sigilo.

Receba as notícias de Blumenau e região pelo WhatsApp clicando aqui.