Após troca de informações entre as polícias de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, uma jovem de apenas 19 anos, que seria integrante de uma facção gaúcha, foi presa nesta quarta-feira (25), em Palhoça, na Grande Florianópolis. A garota é suspeita de fazer conexão entre criminosos em Campo Novo (RS) e Florianópolis para fins de tráfico de drogas.

Conforme a Polícia Civil, a organização criminosa muito conhecida da polícia gaúcha, é responsável pela prática de uma série de homicídios e roubos decorrentes da guerra entras as facções do estado vizinho. Os crimes abrangem principalmente as regiões Noroeste e Vale dos Sinos.

A organização criminosa da qual a jovem seria integrante domina boa parte dos presídios gaúchos e é uma das facções locais que perpetua uma guerra entro os grupos rivais pelo domínio do tráfico de drogas. Desde que os duelos entre as facções locais se intensificaram, em meados de 2015, os índices de mortes violentas subiram drasticamente, principalmente em Porto Alegre e nas cidades da Região Metropolitana.

A mulher suspeita de integrar o bando foi detida pela Divisão de Repressão ao Crime Organizado (Draco) e foi encaminhada ao sistema prisional.

Quer receber as notícias no WhatsApp?