Reisdofer afirma que operações contribuíram para a queda do índice ! Foto: Fábio Junkes/Arquivo OCP News
Reisdofer afirma que operações contribuíram para a queda do índice ! Foto: Fábio Junkes/Arquivo OCP News

Jaraguá do Sul registrou um homicídio no primeiro semestre de 2020. O número representa uma queda de 75% no número de assassinatos do município em comparação ao mesmo período de 2019, quando foram registrados quatro crimes deste tipo.

O crime aconteceu na rua Therezia Ferrazza no bairro Tifa Monos, no dia 4 de janeiro. O autor do homicídio, de 77 anos, contou para a polícia que defendeu a ex-mulher, de 53, de uma tentativa de estupro.

O homem de 43 anos levou uma paulada na cabeça e morreu no Hospital São José.

Grandes operações foram realizas durante o ano passado e neste ano no município. O comandante do 14º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Márcio Leandro Reisdorfer, acredita que essas ações forçaram uma queda nos índices criminais, inclusive o de homicídios.

“Essas operações com o apoio da Polícia Civil e do Instituto Geral de Perícias, a presença ostensiva dos policiais, o grande número de abordagens, as ações de varredura em bares, onde tiramos muitos foragidos das ruas, acaba diminuindo o número de homicídios”, comenta Reisdorfer.

Reisdorfer desta que, infelizmente, não é apenas a ação ostensiva da Polícia Militar que vai evitar que os homicídios ocorram.

O comandante cita que o caso em janeiro ocorreu dentro de uma residência. Para ele, esse tipo de ocorrência vai além da segurança pública e envolve questões educacionais e culturais.

“Jaraguá do Sul já tem apresentado baixos índices de homicídios. Já falei em reuniões com as associações empresarial e comercial do município que nós sempre estaremos nas cabeças dos levantamentos feitos no Anuário Brasileiro de Segurança Pública, como um dos municípios com as menores taxas de homicídios por 100 mil habitantes”, frisa o tenente-coronel.

Alta taxa de resolutividade

O delegado regional Fabiano dos Santos Silveira destaca que o alto índice de resolução de homicídios no município é outro fator que acaba colaborando com a diminuição dos índices.

Ele afirma que nos últimos seis anos a taxa ficou acima dos 80%.

Silveira destaca que índice de resolução de homicídios se mantém em 80% há seis anos | Foto: Fábio Junkes/Arquivo OCP News

“Isso é fundamental para que crimes violentos como homicídios não fiquem na impunidade. Também é importante a nossa iniciativa de capacitar os nossos policiais civis. Mais de 30% dos agentes que estão na ponta passaram por reciclagem na Academia de Polícia”, destaca o delgado regional.

Em outra ação que busca diminuir os crimes violentos no município, Silveira criou no dia 1º de maio deste ano uma escala de investigadores para o atendimento de locais de crimes graves, principalmente homicídios.

“São medidas que a gente vem adotando para que a Polícia Civil possa seguir dando a sua contribuição nos baixos índices de criminalidade na nossa cidade”, finaliza Silveira.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança