Jovens de 18 a 22 anos têm uma oportunidade de vivenciar o cotidiano profissional na Polícia Militar. As inscrições para trabalhar como agente temporário na corporação estão abertas até o dia 28 de janeiro.

Ao todo, serão ofertadas 490 vagas em todo o Estado. Na área do 14º Batalhão de Polícia Militar são 15 vagas, 11 em Jaraguá do Sul, com duas reservadas a deficientes físicos, e quatro para Guaramirim.

De acordo com o comandante da 12ª Região de Polícia Militar, coronel Amarildo de Assis Alves, a taxa de inscrição para o processo seletivo custa R$ 50 e as provas serão realizadas no dia 17 de fevereiro.

Amarildo ressalta que é o exame é básico, a nível médio, e destinado a jovens que buscam uma iniciação no mercado de trabalho e conciliar com os estudos. Ele lembra que os candidatos do sexo masculino precisam estar com a situação regularizada com o serviço militar e com a Justiça Eleitoral.

Para o comandante, muitos dos candidatos terão a sua primeira oportunidade profissional envolvidos com a comunidade e podem experimentar o trabalho no ambiente policial militar.

“Os candidatos que passarem no processo seletivo vão atuar na Central Regional de Emergências. Os jovens vão atuar no atendimento das ligações feitas para o número 190 e no monitoramento das câmeras, além de desempenhar funções administrativas. No primeiro ano, eles começam a receber R$ 1.017 e, na renovação do contrato, passam a receber R$ 1.356”, explica o coronel.

Após passarem no teste, serão convocados através de novo edital. Os candidatos passarão por um curso de formação, que está previsto para começar no dia 6 de maio.

A jornada de trabalho semanal dos agentes temporários é de 40 horas, que podem ser divididas em turnos de serviço ou diariamente.

“As escalas são flexíveis e visam estimular o estudo. Todas as atividades serão supervisionadas por policiais militares, pois o jovem terá a responsabilidade de ajudar o PM que está naquele turno”, destaca.

Uma família

O chefe da Central Regional de Emergências, major Rodrigo Gustavo Duarte Dewitz, observa que é muito gratificante acompanhar os jovens que são contratados através da modalidade de agente temporário, pois eles têm a oportunidade de entrar na Polícia Militar e, desde cedo compartilhar os valores da instituição.

“O jovem que integra o quadro de agentes temporários passa a conviver com a nossa rotina, vê os nossos valores no dia-a-dia e acabam incorporando isso ao seu perfil profissional”, resume.

Ana Paula Otovicz entrou na PM como agente temporária na Central Regional de Emergências do 14º Batalhão de Polícia Militar aos 19 anos. Naquela época, ela já pensava em seguir a carreira de policial militar e acabou se apaixonando pela atividade.

Hoje, ela está cursando direito e, com 21 anos, almeja um dia prestar concurso para oficial da Polícia Militar. Ana conta que aprende todo dia uma coisa nova no cotidiano do batalhão e que vai levar o que aprendeu para o resto da sua vida.

Após dois anos na função, ela pretende entrar novamente no processo seletivo e garantir uma das vagas para continuar na função.

“O pessoal de fora tem uma visão bem diferente do ambiente aqui dentro (do batalhão). É uma família. Aqui, todo mundo se trata muito bem, a convivência aqui é muito boa e respeitosa, inclusive com outros setores”, conta a agente temporária.

Algumas informações do edital disponível no site:

  • Ser brasileiro;
  • Ter 18 anos completos e máximo de 22 anos até o último dia da inscrição;
  • Se candidato do sexo masculino, estar dispensado do serviço militar.
  • Estar em dia com as obrigações eleitorais;
  • Aceitar as regras descritas no edital.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?