Uma quadrilha formada por oito pessoas, que integram uma associação criminosa interestadual especializada em furtos a estabelecimentos comerciais, foi presa pela Polícia Civil de Santa Catarina na manhã de segunda-feira (1º). Três homens e três mulheres, todos maiores de idade, foram detidos pela DIC (Divisão de Investigações Criminais) em Joinville. Outros dois adolescentes foram apreendidos em Jaraguá do Sul.

De acordo com a Polícia Civil, somente este ano a quadrilha foi responsável por furtos em supermercados nos municípios de Florianópolis, Balneário Camboriú, Joinville e Jaraguá do Sul. No caso mais recente, em Joinville, foram subtraídos diversos aparelhos telefônicos, avaliados em R$ 100 mil. Os seis suspeitos foram presos em flagrante.

Imagens de câmeras do circuito interno de um supermercado ajudaram a polícia a descobrir o esquema. A quadrilha entrava no local durante o expediente, se escondia entre as mercadorias e esperava o estabelecimento fechar para concluir o crime. Em um dos casos flagrados, malas vendidas no próprio supermercado foram usadas pela quadrilha para colocar os produtos furtados. Os criminosos acessavam o depósito para furtar os produtos, principalmente celulares. Os aparelhos seriam levados para o Rio de Janeiro.

Ainda conforme a polícia, os criminosos detidos residem no Distrito Federal e quando vinham a Joinville ficavam hospedados na residência de um morador da cidade. "Aqui, se utilizavam de veículos com placa de Joinville para não chamar a atenção e após os crimes se escondiam naquela residência". Objetos apreendidos foram devolvidos às vítimas. Os suspeitos confessaram a prática dos crimes e informaram que agem em Santa Catarina desde o ano passado.

Ação em Jaraguá do Sul

Em Jaraguá do Sul,  dois adolescentes foram apreendidos na manhã de segunda-feira. Os menores haviam entrado em um supermercado na rua Coronel Bernardo Grubba, no Centro da cidade. A polícia recebeu a informação da invasão às 8h21. No local da ocorrência, foi constatado que os dois jovens estavam no estabelecimento desde o dia anterior.

Eles se recusaram a fornecer os dados de identificação pessoal. A Polícia Civil apurou que eles eram suspeitos de cometer furtos em outros mercados da mesma rede na cidade de Joinville. Conforme a polícia, eles agiam sempre do mesmo modo, sendo que em Jaraguá do Sul ocorreu um furto em estabelecimento comercial com as mesmas características.

Leia mais: 

Motorista embriagado é preso após fazer derrapagens em Corupá

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?