O Corpo de Bombeiros foi acionado na manhã desta segunda-feira (31) para um incêndio na Ceasa, principal centro de distribuição de alimentos do Rio. Houve saques a depósitos, e seguranças particulares chegaram a dar disparos para o o alto.

As informações são do portal G1. A ocorrência mobilizou pelo menos 13: Irajá, Penha, Centro de Suprimento Motomecanizado (CSM), Grupamento Técnico de Suprimento de Água para Incêndio (GTSAI), Duque de Caxias, Campinho, Guadalupe, Ilha do Governador, Humaitá, Barra da Tijuca, Vila Isabel, Tijuca e Jacarepaguá.

Quatro lojas foram atingidas pelas chamas. Não há informações de feridos. Houve o registro de saques e a Polícia Militar foi ao local para conter possíveis tumultos.

De acordo com testemunhas, as chamas começaram por volta de 9h em uma loja de descartáveis e se alastrado para uma loteria, um mercadinho e um depósito de bebidas.

De acordo com o major Fábio Contreiras, a origem do incêndio será investigada formalmente após o controle das chamas. Ele afirmou que, às 12h15, o incêndio não estava controlado, mas limitado ao quarteirão.

"Estamos tendo dificuldades de chegar ao local, o trânsito foi bloqueado em diversos acessos ao Ceasa, e isso dificulta o trabalho tanto dos bombeiros como da Polícia Militar", disse Contreiras.

O combate às chamas acontece em duas frentes: a primeira de forma externa, para esfriar a estrutura, e a outra de maneira interna, em que os bombeiros entram com proteção no local para fazer um combate mais próximo.