Fotos Divulgação PM

A Delegacia de Polícia Civil de Itapoá, no Litoral Norte catarinense, trabalha principalmente em cima das imagens de câmeras de monitoramento da região na tentativa de identificar quem são os seis homens armados com armas de diferentes calibres que na madrugada desta quarta-feira (14) explodiram a agência do Banco do Brasil localizada no bairro Itapema do Norte. Foram quatro explosões, ocorridas entre às 3h10 e às 3h30. Houve troca de tiros com a polícia, mas ninguém ficou ferido.

Dos seis responsáveis pela ação, apenas um suspeito foi detido e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil. O suspeito foi flagrado perto do Quartel da PM enquanto espalhava miguelitos - uma espécie de cruz formada por pregos entrelaçados para furar pneus de carros - para impedir a passagem das viaturas da polícia e prejudicar a perseguição aos assaltantes.

Veja as imagens:

Explo BB Itapoá Explosão BB Itapoá Explosão no BB Itapoá

Um dos dois carros usados na ação, um Pajero roubado em Joinville há alguns dias, passou por perícia e foi entregue na Delegacia da Policia Civil, juntamente como os miguelitos, as cápsulas deflagradas (calibre 12, 9mm, 38) e as imagens para investigação.

Conforme a PM, enquanto parte do grupo instalava os explosivos no banco, outra ficou em um dos veículos. Dois caixas eletrônicos da única agência do Banco do Brasil na cidade foram destruídos pelas explosões e outros três ficaram danificados. Parte da agência também foi destruída e não há informações de quando será reaberta nem dos valores roubados.

A ação foi gravada pela central de monitoramento da Polícia Militar, que ao perceber a ação foi até a agência. Ao perceber a aproximação, os autores trocaram tiros com os policiais, que revidaram.

Vídeo do ataque: