O IGP (Instituto Geral de Perícias) passa a contar com uma nova ferramenta para as perícias em Jaraguá do Sul. Um drone foi adquirido com recursos do repasse das transações penais da 2ª Vara Criminal da comarca de Jaraguá do Sul.

De acordo com o coordenador do 13º Núcleo Regional de Perícias, o perito Eduardo Linhares, a perícia criminal trabalha com a aplicação de conhecimento científico em casos de interesse da justiça criminal. Por esse motivo, os profissionais que atuam na área precisam estar sempre em sintonia com o desenvolvimento de novas tecnologias.

A aeronave remotamente pilotada DJI Mavic 2 Pro é um equipamento portátil e de última geração. O drone está em uso pela equipe de criminalística do IGP em Jaraguá do Sul desde o início de agosto.

“Esse tipo de equipamento fornece uma nova perspectiva aos profissionais que atuam na análise de locais de crime, possibilitando o estudo das cenas a partir de ângulos que antes não eram possíveis”, destaca Linhares.

A aeronave possibilita ainda realização de medições com significativo grau de precisão, além da elaboração de mosaicos e mapas | Foto: Cláudio Costa/OCP News

A aeronave possibilita ainda realização de medições com significativo grau de precisão, além da elaboração de mosaicos e mapas. Por se tratar de um veículo aéreo, é possível realizar a cobertura de áreas extensas em um curto espaço de tempo.

“Outro diferencial do equipamento é sua portabilidade. O tamanho reduzido permite o fácil transporte para qualquer local de crime, seja em perímetro urbano ou área de mata, estando pronto para o voo em menos de dois minutos”, afirma o perito.