Jaraguá do Sul ficou nacionalmente famosa pelo trabalho desenvolvido pela equipe de resgate de animais da Fujama (Fundação Jaraguaense do Meio Ambiente).

Na quinta-feira (24), o biólogo Gilberto Ademar Duwe (@biologo.giba) foi chamado para mais uma captura de serpentes, mas acabou se deparando com uma situação engraçada.

 

 

Duwe conta foi informado sobre uma serpente estava em uma residência no bairro Rau.

No local, ele encontrou um homem com deficiência visual e uma idosa.

A moradora citou que encontrou uma cobra dentro de um móvel e pediu a ajuda do biólogo.

“A mulher falou que havia uma cobra dentro do armário. Eu vi que não tinha nenhuma cobra, mas sim o cabo de energia de uma cafeteira. Eu expliquei não precisava se preocupar porque não era uma cobra e ela se acalmou”, lembra.

O biólogo destaca que a equipe do Fujama já recebeu outros chamados do tipo.

Apesar de sempre pedirem uma foto para identificar qual animal vai ser resgatado, muitas pessoas acabam se desesperando com a situação.

“Em muitas situações, a pessoa está em pânico e nem chega muito perto para tirar a foto. Então, já teve casos em que nos deparamos com pedaço de pau, com lesmas e, em um dos casos em que eu resolvi a situação pelo telefone, era um sapo. Teve até raiz de árvore”, comenta.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre segurança pública da região (acidentes de trânsito, ações policiais):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança