O radialista João Fabio Salles de Borba foi identificado como o homem que atirou contra a enteada e depois tirou a própria vida, na Zona Leste de Joinville.

João estava afastado de uma rádio comunitária no Iririú há dois meses para tratar uma depressão. No momento do crime, a ex-companheira estava do lado de fora da residência.

 

 

A mãe da adolescente, Simone Bordim, disse para a polícia que João não aceitava o término do relacionamento. Ela estava na frente do imóvel quando ouviu os disparos. A mulher então arrombou uma das portas e encontrou o corpo da filha e do homem.

O casal estava junto há cerca de três anos. Ainda em estado de choque, a mulher será ouvida na próxima semana pela polícia.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Telegram