Danyelle tinha 22 anos e foi encontrada morta nesta sexta-feira (15). Foto: Arquivo pessoal/Facebook
Danyelle tinha 22 anos e foi encontrada morta nesta sexta-feira (15). Foto: Arquivo pessoal/Facebook

Foi identificado o corpo da mulher encontrada seminua em uma vala na zona Sul de Joinville na manhã da última sexta-feira (15). Populares acionaram a Polícia Militar (PM) por volta das 7 horas na rua José Gomes, no bairro Petrópolis, depois que avistaram a vítima morta no local. A mulher é Danyelle Fernanda Corrêa, de 22 anos,A mãe se deslocou até o Instituto Médico Legal (IML) para fazer o reconhecimento da vítima.

De acordo com a Divisão de Homicídios da Polícia Civil que investiga o caso, ainda não há informações concretas sobre o motivo do desaparecimento. Além disso, a Polícia irá investigar se houve violência no corpo da vítima por meio do laudo cadavérico ainda a ser emitido.  A partir de informações divulgadas em redes sociais por familiares, o velório de Danielly iniciou às 10 horas deste sábado (16), no bairro Adhemar Garcia.

Segundo informações da PM, o corpo já estava em decomposição, e é possível que já estivesse morta há três ou quatro dias. O corpo de Danyelle foi encontrado apenas de tênis e  sutiã, levantando a hipótese dela ter sido vítima de violência sexual.

Segundo as investigações, o corpo já estar se decompondo indica que ela pode ter sido jogada dentro de uma tubulação de esgoto e emergido após as enchentes que marcaram a madrugada da noite de quinta-feira e da manhã de sexta-feira.

Em um primeiro momento, a polícia informou as características do corpo: A vítima possui tatuagem entre os seios e aparentava ter entre 40 e 50 anos, possivelmente por conta do estado de decomposição do corpo.

A causa da morte deve ser apontada pelo laudo cadavérico que ainda precisa ser emitido. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Quer receber as notícias no WhatsApp?