A 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Indaial denunciou à Justiça o homem suspeito de ter matado a companheira.

A Youtuber Ivani Hoeff D’Agostini Costa, de 57 anos, foi encontrada morta em um rio em junho deste ano, numa localidade da zona rural de Indaial.

Segundo o MPSC, o cubano Avilio Félix Rodriguez Mesa teria praticado homicídio qualificado por motivo torpe, dissimulação e feminicídio.

Consta na ação penal que o crime ocorreu no dia 5 de junho de 2022, próximo de um ribeirão, nos fundos de uma igreja.

O suspeito teria convencido a vítima a voltar ao lugar onde acamparam dias antes sob o pretexto de tirar novas fotos.

Ainda segundo a denúncia, o suspeito teria levado a companheira a um local deserto, quebrando a relação de confiança entre o casal e se aproveitado da fragilidade da vítima, recém-operada e doente.

No local, ainda segundo a denúncia, o suspeito teria golpeado a esposa na cabeça. Ela desmaiou e caiu no rio.

A vítima foi abandonada e a perícia constatou que ela morreu afogada.

Para o MPSC, o homicídio foi praticado por motivo torpe, uma vez que o suspeito queria garantir o motorhome que a esposa havia deixado para ele em testamento.

O MPSC também entende que se trata de feminicídio pois a vítima foi morta por razões do sexo feminino dentro do contexto da violência doméstica e familiar.

A denúncia sustenta ainda que o crime foi praticado mediante dissimulação já que Mesa usou da relação de confiança para levar a esposa até o local que a matou de surpresa.

Assim o MPSC requer à Justiça que o suspeito seja submetido e julgado pelo Tribunal do Júri da Comarca de Indaial.