O homem acusado de assassinar a ex-companheira em Araquari foi encontrado morto no fim da manhã da última quarta-feira (25), na empresa em que ele trabalhava.

Ele estava escondido em uma tubulação e, conforme informações, teria cometido suicídio. O homem, de iniciais T.Y.C., era sul-coreano e tinha 65 anos.

 

 

Na noite da última segunda-feira (23), ele foi até a residência da ex-companheira, Larice Wagner, de 37 anos, e a matou com dois tiros na cabeça. O motivo do crime seria sua inconformidade com o fim do relacionamento.

Após o assassinato, o sul-coreano deixou o local e ficou foragido até a manhã de ontem. Larice Wagner deixou quatro filhos.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança