Um homem de 40 anos foi condenado a 21 anos de reclusão por duas tentativas de homicídio qualificado, contra sua ex-companheira e a vizinha que tentou socorrê-la, em sessão do Tribunal do Júri promovida na comarca de Jaguaruna. A sessão foi presidida pelo juiz Rodrigo Barreto, titular da 2ª Vara da comarca.

Segundo a denúncia do Ministério Público, em dezembro de 2020, na cidade de Sangão, o acusado foi até a casa da vítima, uma mulher de 60 anos, em busca da retomada do relacionamento, mas ela declarou que isso não era de sua vontade. Foi quando ele buscou uma faca no interior da residência e desferiu um golpe contra a ex-companheira. A mulher gritou por socorro e foi amparada pela amiga e vizinha, de 61 anos, que também foi surpreendida ao ser atingida por outro golpe de faca.

Outros vizinhos solicitaram socorro emergencial e ambas foram atendidas. A vizinha sofreu lesões que causaram risco de vida - ela necessitou de suturação do fígado e retirada do baço e sofreu parada cardiorrespiratória.

O réu foi condenado por tentativa de homicídio triplamente qualificado, por motivo fútil, recurso que dificultou a defesa da vítima e feminicídio, e tentativa de homicídio duplamente qualificado, por motivo torpe e recurso que dificultou a defesa da vítima, a 21 anos e quatro meses de reclusão, em regime inicial fechado.