"Era papudo e se dava bem com todo mundo", essas são as palavras que os amigos utilizam para definir Erivan da Cruz Sousa Miranda, conhecido como 'Maranhão'. O homem de 35 anos foi atropelado por um trem na madrugada deste sábado (2), em Jaraguá do Sul.

De acordo com informações da família, ele era natural de São José de Ribamar, terceiro município mais populoso de Maranhão. Ele foi para Curitiba em busca de condições melhores e há cerca de dois anos veio para Jaraguá do Sul após conhecer uma mulher.

Além do emprego como vigilante na Estácio de Sá, 'Maranhão' também trabalhava como mestre de obras. Tido como uma pessoa humilde e trabalhadora, ele gostava de conversar com todo mundo, sempre deixando o ambiente alegre.

Erivan não tinha parentes em Jaraguá do Sul e sua família, que ainda mora no Maranhão, esta a caminho de Santa Catarina.

Atropelamento

Segundo informações dos amigos, Erivan estava de folga na sexta-feira (1º) e foi para o Centro sacar o salário e na volta foi em uma recreativa no bairro Água Verde, onde estudantes da faculdade onde ele trabalha estavam organizando uma festa.

Foto Fabio Junkes/OCP News

Erivan foi atingido por um trem enquanto voltava da festa, por volta da 1h desta madrugada, em um cruzamento no bairro Rau, sendo arrastado por alguns metros até nos fundos da Blitz do Dog.

Segundo informações dos Bombeiros Voluntários de Jaraguá do Sul, o homem teve as duas pernas amputadas. Ele foi foi encaminhado ao Hospital São José pela unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu aos ferimentos.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Telegram

Facebook Messenger